quinta-feira, 31 de julho de 2014

MESSIAS PARAGUAI EM MIPIBU NA FESTA DOS PAIS


NOTA DE ESCLARECIMENTO/AGRADECIMENTO

Nos últimos dias, todos sabem os problemas que minha família atravessou. Com o desaparecimento de minha sobrinha Luana Beatriz, desde a manhã da última segunda-feira, 28 de julho, toda nossa rotina se voltou para a localização da mesma, que graças a Deus, aconteceu na noite de ontem, 30 de julho, por volta das 19h, na cidade de Parnamirim/RN.

Agradecemos a todos que estiveram envolvidos no caso: Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, blogueiros de toda região, mídia televisiva/radiofônica e aos inúmeros amigos que compartilharam sua foto nas redes sociais.

Independentemente da situação ocorrida, devemos sempre lembrar que a família é a base de tudo. Erros acontecem, porém, se abandonarmos aqueles que os comentem, principalmente no caso de jovens e adolescentes, lá na frente poderá não ter mais volta.

Atenciosamente, Renan Silva.

Ex-fisiculturista vira modelo usando bolsa de colostomia após doença no intestino


Aos 33 anos, Blake criou uma campanha para acabar com o estigma da bolsa de colostomia
Aos 33 anos, Blake criou uma campanha para acabar com o estigma da bolsa de colostomia Foto: Divulgação / Matt Mars

Aos 21 anos, o fisiculturista Blake Beckford procurou um médico se queixando de uma fadiga exagerada e se deparou com um diagnóstico que virou sua vida pelo avesso: ele sofria de colite ulcerativa, uma inflamação do cólon. A doença intestinal lhe causou muita dor e desconforto, até que, em 2013, ele começou a usar uma bolsa de colostomia. Em vez de se envergonhar ou tentar escondê-la, Beckford tornou a bolsa um símbolo de sua afirmação. Ele virou modelo e lançou na internet uma campanha: “Combata o estigma”.
Em seu site, Beckford, hoje com 33 anos, explica que, antes de ser diagnosticado, ele praticava exercícios diariamente por pelo menos duas horas. No começo, ele tentou manter o ritmo, mas não conseguia sustentar a performance anterior devido aos efeitos da doença e dos remédios (fadiga crônica, perda de peso, dores nas juntas, náusea, entre outros). “Meu sonho de me tornar alguém na indústria fitness se esvaiu, eu entendi que isso nunca aconteceria, então continuei a ir à academia para me manter saudável, tentando superar os sintomas” escreveu ele.
Blake, logo após a cirurgia, e hoje, meses depois
Blake, logo após a cirurgia, e hoje, meses depois Foto: Divulgação / Matt Marsh
Apesar disso, ele continuou a trabalhar com fisiculturismo até 2013, sempre escondendo o fato de seus colegas. “Eu fiz tudo que podia para esconder o que estava acontecendo e seguir meu trabalho. Estava muito anêmico, com artrite, fadiga extrema, queda de cabelos... Não conseguia nem ir ao trabalho sem ter que parar para ir ao banheiro várias vezes. Sabia que isso não ia dar certo”, lembrou.
Depois de uma crise aguda, o médico decretou: sua hora de fazer uma cirurgia para retirar o cólon havia chegado. O atleta superou o medo e aceitou começar a usar a bolsa de colostomia, que coleta as fezes. “Quando voltei para casa, tive que começar a me acostumar com a bolsa. Achei difícil aceitar isso durante semanas, não consegui contar ou mostrar a ninguém. Demorou para retomar a confiança e falar abertamente sobre isso”, afirmou.

Ser apoiado pela família e por amigos que sofriam da doença e ele conheceu na internet o ajudou a se sentir bem novamente. A partir de dezembro de 2013, ele voltou aos poucos a praticar esportes. Hoje, ele trabalha como modelo e sempre faz questão de mostrar sua bolsa de colostomia. Em agosto deste ano, ele sairá na capa da revista britânica Men’s Fitness.
Ele explica porque decidiu lançar a campanha que buscar dar fim ao estigma da bolsa: “Lembro que durante os anos que sofri crises, dizia que preferia morrer a fazer a cirurgia (para colocar a bolsa). Depois de tanto tempo, decidi que era a coisa certa para mim e agora estou decidido a mostrar às pessoas e à sociedade que ter uma bolsa de colostomia não muda quem você é e não significa que você não é normal. Você pode conseguir o que quiser”.

Fonte: Extra

Governo do RN adia pagamento de mais de 9 mil servidores


O Governo do Estado deixará para o dia 8 de agosto, o pagamento de salários de 9.377 servidores ativos e inativos (9% da folha de pessoal) que recebem acima de R$ 2 mil líquidos.  Até o mês passado, o Executivo pagava no último dia do mês os salários de servidores lotados nos chamados serviços essenciais, além de  salários até R$ 5 mil líquidos. A redução deste teto para até R$ 2 mil amplia em mais de 6 mil o número de  trabalhadores que terão os vencimentos creditados fora do mês e acentua a crise nas finanças públicas.
Adriano AbreuObery Rodrigues vinculou fracionamento à queda na receitaObery Rodrigues vinculou fracionamento à queda na receita

Hoje, dia 31, está garantido o pagamento de 93.464 servidores  da Educação, Saúde e Segurança e na administração indireta, dos trabalhadores do Detran, Idema, DEI, Jucern e Ipem - independente do valor. O  fracionamento da folha do funcionalismo público em duas datas tornou-se prática do Executivo, desde setembro do ano passado.

O desequilíbrio nas contas públicas acelerou-se este mês com a  queda na receita do Estado estimada em cerca de R$ 50 milhões, explica secretário Estadual de Planejamento Obery Rodrigues. O Fundo de Participação do Estado (FPE) caiu mais de R$ 20 milhões e a frustração na arrecadação de ICMS, ocorreu “de forma atípica neste mês de julho, em torno de R$ 30 milhões”, observa Rodrigues. A receita do FPE sofreu frustração de 8,5%, no primeiro semestre de 2014 em relação a previsão no Tesouro Nacional para o Orçamento do Estado – mais de R$ 150 milhões.

Enquanto registra redução na transferência de recursos, o Governo vê os gastos com a folha de pessoal dispararem no mesmo período. O crescimento no principal item de despesa do Estado, pontua o secretário de planejamento Obery Rodrigues, se deve a contratações e reajustes salariais. A Polícia Civil e a Secretaria  de  Saúde Pública (Sesap) estão convocando pessoal, sendo que, nesta última pasta, são 700 novos servidores. 

Além disso, há reajustes com o pagamento dos 60% pendentes do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) de aproximadamente 16 mil servidores diretos em folha suplementar no mês de julho. O impacto na folha é estimado em cerca de R$ 8 milhões e deverá atender a funcionários de dez secretarias.

“Houve queda na receita em cerca de R$ 50 milhões e a folha teve um aumento exagerado. Não há solução sem conter despesas com pessoal e repasses. Sem isso a situação se torna crítica. O Estado já vem cortando no custeio, mas precisa manter os serviços”, frisa Obery Rodrigues.

Redução no ICMS
Até esta quarta-feira, 30, a arrecadação de ICMS somava a R$ 357 milhões, segundo dados da Secretaria Estadual de Tributação, cuja meta estabelecida para julho era recolher R$ 394 milhões em imposto de circulação de mercadorias e serviços. A queda, analisa  o secretário de Tributação do Estado, José Airton, contraria as previsões que, historicamente, crescem no segundo semestre.  Para este mês, era esperado um incremento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado. “Em vez disso, houve  estagnação”, disse. Os números, contudo não estão fechados, e há perspectivas de mais R$ 20 milhões até o fechamento do balanço.

Além da conjuntura macroeconômica que põe um freio no consumo, o baixo desempenho na arrecadação de ICMS, explica José Airton, é reflexo também do pagamento parcelado da primeira parcela do décimo terceiro salário. “É um comportamento anormal para este período devido a retração da economia. Sem vendas, sem dinheiro circulando não se recolhe o ICMS”, analisa José Airton. As vendas dos Dia dos pais e o pagamento da segunda parcela do adiantamento do 13º, em agosto, poderão estabilizar a arrecadação do ICMS.

Fonte: Tribuna do norte

quarta-feira, 30 de julho de 2014

PREFEITO FOI ASSASSINADO

Prefeito de cidade no NE é assassinado a tiros em praça pública

Rielson estava na companhia de um primo quando foi atacado em um bar no centro da cidade

RTEmagicC_daba5238b3.jpg
O prefeito da cidade de Itagimirim, que fica a 606 quilômetros de Salvador, foi morto a tiros na noite deste terça-feira (29). O crime aconteceu por volta das 18h30, em frente a um bar na praça Castro Alves, no centro da cidade. Rielson Santos Lima (PMDB) chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Rielson estava na companhia de um primo quando foi abordado por um dos criminosos. Segundo a delegacia do município, testemunhas que estavam no local contaram que dois homens em uma moto estacionaram na frente do estabelecimento onde o prefeito estava. O carona teria disparado diversas vezes na direção do prefeito, que foi atingido por quatro tiros.
Rielson foi socorrido em estado grave por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Eunápolis. Ele passou por cirurgia para estancar uma hemorragia e retirar a bala, mas acabou sofrendo uma queda de pressão e morreu por volta das 23h30.
“A autoria e a motivação do crime ainda estão sendo investigadas”, contou ao Correio24horasum funcionário da delegacia, que não quis se identificar. Policiais Militares chegaram a fazer diligências para localizar os suspeitos, mas ninguém foi preso. O caso está sendo apurado pela 23ª Coordenadoria de Polícia no Interior (Coorpin/Eunápolis).
Rielson, que havia sido reeleito na última eleição, deixa esposa e dois filhos. O corpo está sendo velado na Catedral de Itagimirim durante todo o dia e o enterro está marcado para acontecer às 16h, no cemitério da cidade.

LELO FALECEU

Ex-prefeito de Santana dos Matos, Dr. Lelo, morre em acidente de carro

O capotamento, que aconteceu por volta das 18h40, vitimou o médico no local

5y45y2y2y2
O médico Marcos Aurélio, “Doutor Lelo”, de Santana do Matos, que foi ex-prefeito, ex-vereador, faleceu agora a pouco, vítima de capotamento de seu veículo quando retornava da comunidade de Bom Jesus para Santana do Matos.
O capotamento, que aconteceu por volta das 18h40, vitimou o médico no local. A ambulância foi solicitada imediatamente ao local, que fica bem próximo da sede do município, mas o médico já se encontrava sem vida.
A cidade de Santana do Matos, nesta quarta-feira, 30, perde dois filhos: Pela manhã foi o empresário Carlinhos de seu Rafael, e agora a noite, doutor Lelo. 
Fonte: Site do Aclecivam Soares

Menina morre após se engasgar com dente em extração na tarde de hoje

Ela ficou sufocada e sofreu duas paradas cardíacas, morrendo após a segunda

RTEmagicC_9cdba16b15.jpg
Uma menina de quatro anos morreu na manhã desta terça-feira (29) após se engasgar em uma operação de extração dentária. Segundo a Polícia Militar de Ubaitaba, onde aconteceu o caso, a menina ficou sufocada e sofreu duas paradas cardíacas, morrendo após a segunda.
Durante a operação, a garota estava acompanhada por um responsável. A dentista deixou um dente que era extraído escapar do alicate e ele caiu na garganta da menina. O médico e sua assistente, que é socorrista do Samu, ainda tentaram fazer a menina desengasgar, mas não conseguiram e a encaminharam para o hospital de Ubaitaba.
Ainda de acordo com a PM, ao chegar no Sociedade Hospitalar São Vicente de Paula, um médico a encaminhou para uma unidade médica da cidade de Itabuna. Ela foi levada por uma ambulância de Ubaitaba, acompanhada por socorristas do Samu.
A menina sofreu as duas paradas cardíacas no trajeto até Itabuna e morreu após a segunda. O enterro da garota de quatro anos aconteceu na manhã desta quarta-feira (30). A PM não revelou a identidade da vítima e até a tarde de hoje a família ainda não havia prestado queixa na delegacia da cidade.
Em entrevista ao site local Ubaitaba Agora, uma amiga da família relatou que a menina não queria ir ao consultório da dentista: “Parece até que a garotinha estava prevendo alguma coisa, ela saiu de casa chorando e chorou muito ao entrar na sala da dentista”, disse.
 Fonte: Correio 24h